← Voltar para o Blog

Porque hospedar meu site com a Web4?

Postado dia 19 de janeiro de 2018 por Daniel Lima



Hospedar um site, pode parecer uma tarefa simples. Mas os problemas que podem ocorrer depois, estão tirando o sono das empresas.


Neste artigo, abordaremos dois temas: Hospedagem e SSL.

Quando fala-se em hospedagem de sites, logo vem à cabeça de pessoas com o mínimo de conhecimento sobre o assunto, o nome de empresas como: Locaweb, Hostgator, UOL Host entre outras…

Cada uma dessas empresas tem seus prós e seus contras e não caberá a nós indicar neste artigo, seus pontos fortes e fracos. Mas todas elas tem algo em comum: Não prestam suporte técnico ao site desenvolvido gratuitamente.

Quando um site é publicado, está sujeito a uma série de possíveis problemas que podem ocorrer, como por exemplo: invasões, ataques hackers, instabilidade no servidor entre vários outros problemas. E isso é normal! Assim como uma casa, por mais que tenha elementos de segurança como: Cerca elétrica, alarmes e segurança 24h. Ainda assim, essa casa está sujeita a uma invasão. E da mesma maneira funciona com os sites na internet.

O que acontece é que na maioria das vezes, ou em todas as vezes, o servidor de hospedagem não se responsabiliza. Qualquer problema que o teu site venha a ter, o servidor de hospedagem não soluciona. Não é a responsabilidade deles. Os servidores de hospedagem fornecem o ‘terreno’ pra que você construa teu site. Mas o que você irá fazer nesse terreno, ou o que acontecer com esse terreno, é de responsabilidade sua!

Mas então você pode se perguntar: Então toda vez que meu site tiver problemas técnicos ou sofrer ataques eu vou ter que tirar dinheiro do bolso e contratar alguém para resolver? A resposta é sim. Novamente fazendo comparação com uma casa, imagine que sua casa foi invadida e totalmente avariada. A responsabilidade é do pedreiro que construiu a casa? Provavelmente não né. O mesmo vale para o site. Quem constrói seu site é o programador (pedreiro). Qualquer avaria que esse seu ‘bem’ sofra é de inteira responsabilidade sua.

Mas não fique totalmente preocupado. A Web4 trabalha de uma maneira totalmente diferente do convencional.

Ao hospedar seu site com a Web4, ele está munido de uma espécie de seguro, aonde qualquer problema que você venha a ter com: invasões, instabilidades técnicas, falhas no sistema e ataques hackers. Qualquer desses problemas são solucionados pela nossa equipe técnica sem nenhum custo adicional. Assim fica fácil né?

Mas e aí você pensa, beleza… Quero criar meu site com a Web4 e também quero hospedar com a Web4. Essa hospedagem deve ser mais cara que o convencional né? A resposta é não. Nós praticamos o preço comum na maioria dos bons servidores de hospedagem. É claro que você sempre encontrará soluções mais baratas. Mas o seguro de ter um suporte técnico gratuito, nenhum servidor de hospedagem vai oferecer pra você.

Então, pare de se preocupar com teu site. Nós mantemos a sua empresa online com segurança. Livre de ataques ou problemas? Não. Mas livrando você das preocupações técnicas. Invista seu tempo e sua energia escalando sua empresa e deixe a ‘parte chata’ com a gente!


Certificado SSL. O que é isso?

Você já navegou por um site e na barra de endereços viu um símbolo de um cadeado verde, seguido por https? Esse site está munido de certificado SSL!

O Secure Socket Layer é um elemento básico de segurança requisitado para qualquer site que deseje solicitar dados a seus clientes ou usuários.

Seja um simples número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou o código de segurança do cartão de crédito, as informações solicitadas por websites são, segundo o que diz a lei, de inteira responsabilidade de quem as solicitou.

Para que o tema fique mais claro e prático em sua cabeça, devemos salientar que SSL está presente nas páginas onde é possível encontrar aquele cadeado desenhado na barra de navegação. Também é possível detectar um site assegurado pelo elemento SSL através do termo “HTTPS”, que também fica na barra de endereço e mostra que aquela conexão é confiável.

Sinais como estes indicam que determinado site é criptografado e, dessa forma, possuem um “ambiente” mais seguro que a média. Se um website ou blog apresenta certificado SSL, isso indica que todos os dados trocados entre usuário e servidor só poderão ser acessados através de uma chave de segurança. Em outros endereços da web, essas informações costumam transitar livremente, o que facilita muito a ação de pessoas mal-intencionadas.

A falta de elementos básicos de segurança como o SSL não raro provoca também grandes vazamentos involuntários de informação, o que, obviamente, acaba em multas salgadas para as empresas que foram negligentes com informações sigilosas dos seus usuários.

SSL: Por que o Google se importa?

Agora você deve estar pensando: “tudo bem, é legal que os sites sejam mais seguros para os usuários, mas por que o Google se importa a ponto de mudar a sua política de ranqueamento? ”. Bem, a resposta é bastante simples.

Tudo o que importa para o Google é a experiência do usuário que utiliza o seu buscador.

Por exemplo, você já se perguntou por que não existem publicidades na página inicial do Google? Com os bilhões de pesquisas feitas todos os dias por lá, certamente isso renderia boas cifras. Por outro lado, os usuários teriam sua experiência prejudicada, já que ninguém gosta muito de navegar em sites cheios de anúncios inconvenientes.

Utilizando essa mesma lógica, o buscador prioriza tudo aquilo que levará relevância para a pesquisa do usuário.

Qualidade do conteúdo, velocidade no carregamento da página, imagens de qualidade, são diversos os fatores que contribuem para o melhor ranqueamento SEO de um site.

Dentre os principais aspectos que contribuem para uma internet mais “saudável” está a segurança, e é justamente por isso que o Google agora considera um certificado de segurança (o SSL) como critério direto para um melhor ranqueamento.

Com isso, o Google motiva uma reforma geral de websites que agora precisarão correr contra o tempo para tornarem-se mais seguros e, consequentemente, alcançarem melhores pontuações com o algoritmo do buscador.

A empresa simplesmente não quer que, depois de seu serviço ter apontado para um site, ele solicite informações que serão fraudadas ao final do processo.

Sua empresa precisa de SSL?

Bem, será que sua empresa precisa de um certificado SSL? Para responder a esta pergunta, é preciso levar alguns pontos em consideração.

Se dentro do seu website existe qualquer tipo de solicitação de dados ao usuário, a resposta é “sim”, você precisará do certificado de segurança. Caso seja uma loja virtual, a necessidade fica ainda mais evidente. Além da grande necessidade de proteger todas as informações do seu cliente, lojas com certificados de segurança vendem muito mais em relação às outras.

É sempre bom lembrar que no contexto da internet ainda existe muita desconfiança em relação a e-commerces, principalmente se sua loja ainda não é muito conhecida.

Uma pesquisa do Ibope/Conecta mostrou que, antes de efetuar uma compra, mais de 55% dos clientes procuram saber se uma loja virtual possui certificado SSL.

A não utilização desse atestado de segurança fará com que o cliente visualize uma mensagem dizendo que o seu site não é seguro, o que certamente impactará negativamente em suas vendas.

Para websites institucionais, o SSL é pedido nos casos em que o site

– Exibe formulários de contato solicitando informações do usuário;
– Permite o acesso a conteúdo por meio de login e senha;
– Visa proteger conteúdo publicados por colaboradores;
– Pretende melhorar seu ranqueamento em buscadores.

Já para lojas virtuais, o certificado SSL é necessário quando o site

– Solicita informações do cliente;
– Se integra com diferentes meios de pagamento;
– Pretende evitar a queda de vendas por conta da insegurança do cliente;
– Pretende posicionar-se melhor em buscadores da internet.











Seja um Franqueado


+ de 300 empresários já foram atendidos pelas nossas Agências Digitais.

Clique aqui para saber mais ou preencha o formulário e conheça mais profundamente a Web4 e sua essência.



 

Conta pra gente, como você se chama?


Seu melhor e-mail


Digite seu telefone